Os segredos da mente milionária

Os segredos da mente milionária – T. Harv Eker

Terminei recentemente a leitura do livro “Os segredos da mente milionária”. De T. Harv Eker. O livro é muito bom! Me chamou a atenção a descrição do autor sobre o modelo financeiro de uma pessoa, que segundo ele, consiste numa combinação dos seus pensamentos, dos seus sentimentos e das suas ações em questão de dinheiro. A partir desse pressuposto ele explica que o “Princípio da Riqueza” se traduz da seguinte forma:

Pensamentos conduzem a sentimentos.
Sentimentos conduzem a ações.
Ações conduzem a resultados.

Continuando nesse mesmo pensamento, o autor questiona os leitores sobre quais foram as fontes primárias dessa programação ou condicionamento (pais, irmãos, amigos, professores, líderes religiosos…?)
Nessa perspectiva, tomo a liberdade de correlacionar essa “teoria” do autor supracitado com uma abordagem clássica da psicologia, a Terapia Cognitiva Comportamental, conhecida como TCC. Sinteticamente, Aaron Beck (o pai da TCC) passou a desenvolver estudos sobre a depressão, e chegou à conclusão que os sintomas da psicopatologia da depressão podiam ser melhor explicados através do exame dos pensamentos conscientes do paciente. Dessa forma, ele desenvolveu um tratamento para depressão que visava tentar auxiliar esses sujeitos a solucionar problemas e dificuldades atuais, a mudar seus comportamentos disfuncionais e responder de forma mais adaptativa a seus pensamentos disfuncionais. A partir dos relatos dos pacientes sobre eles próprios e sobre suas experiências, ele observou que predominavam pensamentos e visões negativas de si mesmos, de suas experiências de vida, do mundo e do futuro. Beck deu a esses pensamentos o nome de “pensamentos automáticos”. Ou seja, o que fica como importante para o sujeito é o resultado da forma como ele interpretou as situações, a visão da pessoa sobre os fatos. Daí, Beck expõe que existem “distorções cognitivas da realidade”.

As cognições baseiam-se em atitudes ou suposições (crenças) desenvolvidas a partir de experiências prévias, em geral na infância, na medida em que a criança interage com outras pessoas de convivência significativa (conceito compartilhado por ambos os autores aqui referidos!!!!). Daí vêm os ditos “pensamentos automáticos”. E é nesse ponto que eu queria chegar! Lendo o livro de T. Harv Eker, a todo momento me lembrava de Beck e de sua TCC. O autor de “Os segredos da mente milionária” propõe que ao final da obra, o leitor se torne capaz de “intervir e rever os arquivos de dinheiro que temos na cabeça”, ou seja, ele entende que a sua forma de pensar o dinheiro (pensamentos que se transformaram no condicionamento – respostas automáticas), interfere no seu sucesso, no seu caminho em se tornar uma pessoa rica. Da mesma forma, Beck, em sua teoria, (embora não trate especificamente de dinheiro/vida financeira) expõe que com frequência as pessoas interpretam erroneamente situações neutras ou até mesmo “positivas”, já que seus pensamentos automáticos são “tendenciosos”.

Para Beck, o objetivo do terapeuta na TCC é produzir, de várias formas, uma mudança cognitiva (modificação no pensamento e no sistema de crenças do paciente) visando produzir uma mudança emocional e comportamental duradoura. De acordo com essa teoria, quando o sujeito aprende a avaliar seu pensamento de forma mais realista e adaptativa, ele obtém uma melhora em seu estado emocional e no comportamento. E é isso, dito em outras palavras, que o autor de “Os segredos da mente milionária” sugere como caminho para o sucesso financeiro, claro, fornecendo ótimas orientações e exemplos específicos da área.

E onde eu quero chegar com tudo isso? Na seguinte preposição: os nossos pensamentos, as nossas cognições, a nossa forma de ver e interpretar o mundo e as coisas que acontecem ao nosso redor, determinam os nossos afetos e os nossos comportamentos. Daí a importância de buscarmos refletir sobre essas nossas crenças e pensamentos, porque eles podem nos auxiliar a alcançar os nossos desejos e realizações ou podem nos deixar estagnados, seja na vida financeira, seja nos demais aspectos da vida!

Deixo aqui a indicação dos dois livros de referência para esse post!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Até a próxima!

IA2



One Comment

Reprogramar a mente é muito importante para ter sucesso em qualquer área da vida. Todos temos limitações cultivadas por medos e crenças que carregamos como um fardo.
Excelente artigo!

Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*
*
*